domingo, 25 de Julho de 2010

we LUV Tróia

Tróia tem um novo espaço de entertenimento nocturno, o LUV.

A abertura foi no dia 17 de Julho e acho que foi um festão cheio de celebridades, infelizmente não fui convidado para esse evento.

Os donos do sítio são estes senhores:


Helga Barroso e Luís Evaristo, coitados tiveram que emigrar para Tróia depois do sucesso da Casa do Castelo e Sasha e outros projectos que tiveram um impacto mediático fantástico, mas em termos financeiros.... como é que vou dizer isto.... talvez bancarrota seja a palavra mais apropriada.

Tróia é um sítio fantástico e poderia bem ser a Ibiza de Portugal, e é esse o conceito que tentarão implementar no LUV, no entanto, convém fazer algum estudo antes de abrir um espaço destes. Historicamente discotecas em Tróia não pegam, existem variadissimas razões para isso, a principal prende-se com o tipo de turismo, familias. Também não se podem agarrar a Setúbal, porque apanhar o barco para ir sair à noite não é muito barato , nem muito cómodo.

Não auguro nada de bom para o LUV...

Mas chega de publicidade negativa, vamos ao que interessa.

Tróia é um local que depois do sol se pôr, lá para as oito e meia morre, ainda assim, a meio de um CSI Las Vegas, lá para a uma da manhã decidimos ir para o LUV.

Após um minuto de caminho, chegamos ao local, cheio de barras metálicas à entrada, não fosse haver uma enchente...

O porteiro interpela-nos com a frase da praxe:

- Os senhores têm convite para esta noite?

Vale a pena responder a este tipo de perguntas? Obvio que não.

Consumo obrigatório 10€. PAGA....

A entrada é agradável uma escadaria que parecia que estavamos a entrar num palácio assombrado, e eis que chegamos à disco. Um choque, estava imensa gente...

4 seguranças, 5 pessoas a atender nos bares, 1 DJ, uma senhora que parecia a D.Helena do 5 para a meia noite, e duas pessoas. Essas duas pessoas eramos nós. Excelente, belo sítio, animado...

Quando não há mais nada para fazer, bebe-se...

Vodka Laranja, 7,5€ PAGA... Dasssss não se esticam nada nas bebidas, ah, e em copo de plástico. Há pessoal que percebe disto. Meu rico LUX, para além de ser mais barato tem copos de vidro.

Passados dois minutos de lá estarmos a decisão já tinha sido tomada, irmo-nos embora, mas por uma questão de curiosidade vamos ficar para ver se chega mais alguém.

Chegou um casal, bom está na altura de nos irmos embora, passaram somente vinte minutos.

À saida encontramos 4 pessoas que estava a entrar e uma delas (devia ser socialite de certeza), disse:

- Eu hoje não fui à festa da Nova Gente para vir aqui.

Coitado, eu não faço ideia como seria essa festa da Nova Gente, mas pior que o LUV não podia ser..

Agora já sei, se algum dia estiver em Tróia com insónias e quiser falar com alguém, posso-me deslocar até ao LUV e falar com o pessoal dos bares, ou com os seguranças.

Aqui fica a programação, até porque, a música é boa.

Sem comentários: